gallery/logo flume final

contato@grupoflume.com.br

 © 2019 www.grupoflume.com.br - Todos os direitos reservados

gallery/logo_uergsn site

 

O grupo de pesquisa Flume Educação e Artes Visuais nasce em um curso de licenciatura em artes visuais de uma universidade pública jovem, onde atua um grupo docente que torna muito próximas as áreas do conhecimento envolvidas na formação docente em artes visuais. Artes visuais e educação, educação e artes visuais, por contingências concretas, estão em constante contato no Curso de Graduação em Artes Visuais: licenciatura da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul – Uergs, pois trata-se de um pequeno grupo de professores formados em Pedagogia, Bacharelado e Licenciatura em Artes Visuais, mas que atuam nas diversas modulações possíveis entre a arte e educação.

 

Flume atende a compreensões que, ora tangendo, ora adentrando cada campo pela perspectiva dos Estudos Culturais, da Teoria, História e Crítica das Artes Visuais, da Educação, das Poéticas Visuais e da Mediação Cultural, vão contribuindo ao fluxo de conhecimento que nasce na licenciatura em artes visuais ou encontra aí meios de existência e energia.

 

Flume é sinônimo de rio, fluss em alemão, fiúme em italiano. Como coisa, tem perto o Rio Caí que banha a cidade de Montenegro, sede da Unidade das Artes da Uergs, e o conhecido como Rio Guaíba que banha Porto Alegre, sede da própria Universidade. Na hidrografia, quando o flume-rio é navegável, é ria. Como ideia, pode-se pensar flume como a natureza diversa e complexa que é o próprio rio, mas também na diversidade de seres que correm pelos seus canais e o atravessam. Um flume-rio convida à fluência e faz o encontro de águas, como um corre-águas, um curso: um curso de licenciatura em artes visuais.

 

O Grupo de Pesquisa Flume Educação e Artes Visuais tem interesse nos principais eixos que compõem a formação docente em artes visuais, tendo neles não apenas tradição dos modos de pensar e atuar, mas campos passíveis de movimento pelo que entendemos ser próprio e comum às artes e à educação: o agir político.

 

O grupo vem de uma estrutura institucional pequena e, por isso, ágil, o que produz uma confluência de ideias pelas quais educação e arte vão se encontrando e produzindo movimentos de pesquisa, ensino e extensão. Uma delas foi a atualização do plano de curso da licenciatura em artes visuais (PPC 2018), para o que atendeu-se às diretrizes nacionais para a formação de professores nessa área, mas também ao que a experiência na educação superior pública no interior do estado do Rio Grande do Sul pode proporcionar.

 

O grupo e seus propósitos são ativados também pelos deslocamentos existentes entre o interior e a capital do estado, as correntes dos rios Caí e Guaíba, dos estudantes de várias partes do país que vêm estudar conosco e das instituições culturais – a Fundação Municipal das Artes de Montenegro – FUNDARTE, que abriga nossa sede, e o Museu de Arte do Rio Grande do Sul – MARGS, instituição estadual com a qual mantemos um convênio desde 2012. São correntes de diferentes naturezas que produzem, a cada vez ou a cada vaza, novas compreensões. A energia de cada duto e a fluência dos seus encontros é o que constituem esse grupo.

 

 

Carmen Capra, líder do grupo, em janeiro de 2018.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

gallery/cnpq site